Gostaria de parabenizar a direcção e a todos os funcionários do Majestic Café pelo cuidado e preservação deste patrimonio histórico nacional. Seus vitrais, mesas, vitrines são como um doce pedaço da memória portuense e portuguesa. Meu saudoso pai Jorge Viana Nedehf Marquês de Viana, acompanhando o dr. Assis Chateubriant presidente dos diários associados do Rio de Janeiro e o jornalista Joel Silveira, todos já falecidos, lembrou-me a muito tempo que na visita do Presidente da República do Brasil Dr. Jucelino Kubitschek de Oliveira a Portugal e à Europa em 1955, tiveram uma feliz lembrança da cidade do Porto e de Portugal deliciando-se com o maravilhoso serviço de doces do Majestic. A esta visita foi depois retribuída pelo Presidente da República Portuguesa general Francisco Higino Craveiro Lopes em 1957 na Confeitaria Colombo do Rio de Janeiro. Lembrou-se meu saudoso pai de episódio cômico; tendo perguntado ao Presidente Kubitschek do que gostara mais em Portugal, este respondeu; "Ora...foi do Majestic...afinal também sou filho de Deus...!!!" Esta visita foi registrada ricamente com fotos na revista cruzeiro do Rio de Janeiro naquele ano, e também conservei como lembrança uma medalha comemorativa de prata desta vista cunhada na casa da moeda do Brasil. Ela traz sobre as armas de Portugal e do Brasil o florão da fachada do Majestic Café. Nossos melhores votos de prosperidade a todos do Majestic Café. Com os protestos de elevada estima e consideração atenciosamente,


Eduardo André Chaves Nedehf Marquês de Viana
02/06/2009