Livro de Honra

O livro de presenças está assinado por pessoas tão diversas como os presidentes da República Portuguesa Dr. Mário Soares, Dr. Jorge Sampaio e Prof. Aníbal Cavaco Silva, assim como o Presidente da República Francesa Jacques Chirac e o Embaixador da China. Uma das cerimónias de despedida de Macau, no final do período da administração portuguesa daquele território, teve lugar neste café. A visita do Presidente da República do Brasil Dr. Jucelino Kubitschek de Oliveira a Portugal e à Europa em 1955, tiveram uma feliz lembrança da cidade do Porto e de Portugal deliciando-se com o maravilhoso serviço de doces do Majestic.



Nunca venho ao Porto sem dar ao menos um salto a este belo café Majestic, que não hesito em considerar como um dos que em toda a Europa melhor conservam a atmosfera dos começos do século e que, por isso mesmo, bem importa conservar, preservar, respeitar.


David Mourão Ferreira
09-01-1986
A arte está onde está a Liberdade e no caso presente está com a candidatura de Mário Soares. O café "Majestic", sempre lugar da arte e das ideias foi o local mais indicado para este encontro histórico para o futuro dos Portugueses. Que o "Majestic" tenha ainda uma longa vida.


Júlio Resende
02-02-1986
Cumprimento os trabalhadores e a gestão do Majestic, café de tão grandes tradições na vida cultural do Porto e desejo a todos os melhores êxitos.


Mário Soares
02-02-1986
Volto sempre ao Majestic! Um abraço do


Sérgio Godinho
01-01-1987
Nunca permitam que isto seja um Banco ou outra agressão qualquer. Quero bicas, não cartões de crédito!!!


Badaró
01-01-1988



Carlos Pimenta
02-06-1989
No mais bonito café de Portugal


Jaime Gama
26-05-1990
Parabéns pelo "restauro". Gosto de aqui estar e voltarei sempre. Do amigo


Júlio Pereira
01-01-1995
Maravilhado com o restauro e o que significa em prol do Porto e da cultura Portuguesa e da boa vontade dos titulares.


Nogueira de Brito
03-03-1995
Profundamente sensibilizados pela forma superior, "majestosa" mesmo, como fomos recebidos nesta magnífica sala de visitas do Porto, aqui fica o sinal do nosso reconhecimento. Bem-haja, o "Majestic Café". A organização do Encontro Internacional de Magistrados Sindicato dos Magistrados do Ministério Público, no seu 20º Aniversário.


António Cruz, António Queiróz
13-05-1995
É com muita honra e respeito que cumprimento um dos mais belos e monumentais lugares do Porto.


António Montalvão Machado
17-09-1995
É para mim um grande gosto estar hoje, neste encontro de portugueses e portuenses empenhados na vida do País, no "Majestic Café". Comecei a magnífica jornada na Freguesia da Sé, ali mesmo junto ao coração milenar do Porto e, por isso, de Portugal. Evoquei, no meu espírito e em palavras, o espírito, a alma de liberdade e de solidariedade que é o ex-libris desta "muy nobre, invicta e sempre leal cidade do Porto". E estou a terminá-la neste belo recanto do Porto de há cem anos, esta jóia da história tripeira e da arte nova que é o "Majestic Café". Saúdo com emoção o Porto e cumprimento efusivamente os cidadãos do burgo, que vivem na Sé, eos que têm sabido preservar este sítio carregado de sentidos e símbolos, que é o " Majestic Café".


António Moreira Barbosa de Melo
17-09-1995
Apresento a todos quanto trabalham nesta casa o testemunho do meu apreço e os votos das felicidades merecidas por quem trabalha e investe.


Fernando Nogueira
18-09-1995
O Porto deve a esta casa a justa homenagem de um lugar de eleição à cultura nacional. Um breve momento aqui vivido tem o sabor de uma ode épica. Bem-haja a quem consegue viver e lutar contra a maré da vulgaridade. Parabéns.


Manuel Pinto Teixeira
03-11-1995
Agradeço o acolhimento simpático e estou certo que aqui acrescentei forças para a luta demonstrada que vou travar “Em nome de Portugal"


Cavaco Silva
03-11-1995
É um espaço tradicional e cheio de história, este que neste momento simbolicamente visitamos. Parabéns aos proprietários e trabalhadores.


Fernando Gomes
07-11-1995
Com a minha sincera homenagem a esta lindíssima casa e a todos que aqui trabalham. Um abraço amigo e solidário de,


António Guterres
07-11-1995
Paragem imprescindível. Lembrança dos tempos em que estudei no Porto. Homenagem do meu filho Tiago ao Pedro Abrunhosa. Felicidade para todos os que trabalham no Majestic.


Carlos Carvalhas
27-12-1995
Ao Majestic, proprietários e colaboradores, com muita simpatia. Desejo-vos: saúde no corpo, paz no espírito, amor no coração e...um "pouquinho de dinheiro $ no bolso!!! Façam o favor de serem felizes! Até sempre


Zandinga
12-01-1996
No Majestic, só se pode ser recebido com majestade. Num dia de Dezembro em 1996, senti-me um rei ao entrar neste fantástico e nobre sítio.


Virgílio Castelo
02-12-1996
75 anos, pelo que ouvi dizer, é o período de tempo decorrido entre uma e outra passagem de um cometa pelas proximidades da Terra. Supondo que em 1921, tivéssemos sido visitados por um deles, certamente nesta noite o estaríamos vendo de novo, iluminando o "Majestic" com sua luz. Mas tal não é necessário, porque esta casa já conquistou sua própria luz!


Paulo Figueiredo
14-12-1996
Para momentos mágicos, um local ainda mais mágico: Majestic! Obrigado,


Luís Matos
06-01-1997
Ao Majestic, pelo excelente serviço em defesa dos valores culturais do Norte, mas que são de todo o país, pelo passado, pelo futuro e pela magia com que me conseguem fazer sentir em casa. Com os votos de muita música e iguais sucessos.


Pedro Abrunhosa
06-01-1997
Entrar no Majestic é alimentar a permanente saudade de uma das mais preciosas jóias do Porto.


Henrique Mendes
01-06-1997
Revisitar o Majestic é lembrar o passado. Sabores antigos!


Glória Matos
01-06-1997
A honra é minha por escrever no livro de uma das mais bonitas casas de Portugal, que me habituei a admirar desde pequeno. E cantei cá! Bem hajam todos os do Majestic!


João Braga
27-10-1997
Sempre que venho ao Majestic, é com emoção que me lembro da inauguração do arquitecto Queiroz e da 2ª inauguração depois da feliz ideia da sua recuperação. Tomar aqui um simples café é recordar imensas cousas de velhos tempos.


Manoel de Oliveira
02-04-1998
E à minha! Antes (ou depois) do ar condicionado e de tudo o que nos mata a memória, estava o Majestic, e (pasme-se!) ainda está! Aqui nos revivemos em meia-dúzia de metros quadrados de memória e de beleza!... E todos os que aqui trabalham fazem justiça a essa beleza!


Ricardo Pais
17-04-1998
Quando venho ao Majestic, tomar café e recordar o tempo da minha infância, bem como para estar com o meu pai, arquitecto João Queiroz, autor desta bela decoração. Os meus parabéns à gerência pela magnífica recuperação que realizaram.


João Queiroz
20-04-1998
Para todos os que têm a sorte de trabalhar num dos locais mais bonitos do mundo, 1 beijo da,


Ana Bola
21-04-1998
Majestic, café das surpresas, café das descobertas, do diálogo, do amor... Café das longas conversas, da alegria de viver! Obrigado meu Porto, por me dares um cantinho, pequenino, no qual eu posso sonhar. Aos sonhadores que amam o Majestic, como eu.



04-05-1998
O Majestic é um café sem igual. Estou verdadeiramente encantado com a beleza interior deste café. O atendimento foi muito bom. Fiquei sem palavras para descrever este café invicto.


Romeu Sousa
06-05-1998



Onofre Varela
24-07-1998
Para mais uma vez o prazer de uns instantes neste lindíssimo Majestic, tão ligado à minha vida.


Eunice Muñoz
01-08-1998
É bom. É muito bom tomar café no Majestic. Aqui revivemos boas recordações. Este é um dos mais belos espaços do Porto, do norte e do nosso querido Portugal. Parabéns e muitos êxitos. Não deixem morrer o Majestic!


Narciso Miranda
05-08-1998
Dizer que o Majestic é o café mais bonito do Porto, é pouco. O Majestic é o café mais bonito que conheço. É pena que haja poucos locais como este.


Rui Rio
05-08-1998
Em visita pela cidade do Porto, não podemos deixar de passar pelo café Majestic, do qual gostamos muito. Os proprietários do Café Martinho da Arcada (Lisboa).


António Sousa
19-08-1998
Ao Majestic e ao Senhor Agostinho, velho amigo, a minha homenagem por esta “jóia” do Porto.


Joaquim Pina Moura
19-09-1998
Inesquecível estadia no Porto! Viva o Majestic Café! Muitos anos de vida...


Marcello Antony
08-10-1998
Ligeiro lapso: excelente em tudo! E... ainda por cima, está (continua...) no Porto!...


João Cravinho
08-10-1998
Paráfrase de Camões: “Não sei se, por ser da Beira se por ser tão português, cada vez que venho ao Porto, penso em voltar outra vez”


José Hermano Saraiva
09-10-1998
En un maravilloso lugar el Cafe Majestic, donde musas, pensadores y artistas se puedem reunir para vivir los mejores momentos que nos da la vida, de sencilla convivencia en la comunicacion de la palabra y de los gestos, las miradas, las sonrisas y aveces las lagrimas.


Embaixadora da Guatemala em Portugal
15-10-1998
O mais emblemático café da minha cidade, onde passei muitas horas agradáveis da minha juventude, e ao qual agradeço a sua existência e exemplo de recuperação. Com amizade,



15-10-1998
Foi com prazer que visitei o Majestic que constitui um marco da história do Porto. Bom exemplo de recuperação. Parabéns.


Mesquita Machado
15-10-1998
O prazer de beber uma imperial no mais belo café de Portugal. Até já...


Nuno Melo
15-10-1998
Cumprimentos pela fantástica decoração!


Fátima Lopes
30-10-1998
Uma vez mais – quantas já passaram! - aqui estou, neste espaço, recheado de milhentas paixões: digo histórias. Dos homens/mulheres das letras, dos génios, dos fazedores da cultura de todo um povo. Curioso, dentro de dias lanço o meu primeiro livro de poesia, em que dedico-o à cidade do Porto e da Póvoa. Locais que amo apaixonadamente por tudo. Curioso num dos poemas -”Santa Catarina” - esta bellisssima Majestic é assinalada como o “Passo dos meus dias”. Por tudo isso é sempre bom regressar!


Carlos Castro
30-10-1998
Com amigas saudações de quem tanto aprecia este ambiente.


Jorge Sampaio
20-11-1998
Obrigado por nos continuarem a dar o prazer deste “café”.


Nuno Gama
06-01-1999
Majestic, oásis ou café? Música e pintura nos braços da verdade! Majestic: tempo de saudade!


Hélio Costa Ferreira
06-01-1999



Jacques Chirac
05-02-1999
Vir ao Porto, é sempre passar pelo Majestic.


Vitor Sousa
12-02-1999
O Porto adoptou-me. Mais do que isso, seduziu-me implacavelmente com todas as suas armas. O Majestic foi uma delas. 1 grande beijo da feliz seduzida.


Rita Ferro Rodrigues
12-02-1999
Sinto-me aqui no “meu” Porto, como ele era e como ele vai continuar: com o seu extraordinário património cultural, feito também da arte de conviver, em tertúlia. Esta é a mais bela sala de visitas da cidade. Os visitados do Porto, capital europeia da cultura, terão todos de vir aqui, tomar o seu café! Parabéns! Obrigada!


Manuela Aguiar
12-02-1999
Num sítio maravilhoso e bonito como o Majestic, o muito obrigado pela simpatia com que nos receberam e o prazer de aqui termos gravado.



12-02-1999



Herman José
21-04-1999
Vinda da República de Moçambique tive a oportunidade de saborear o café deste lugar mais antigo e famoso do Porto.


Marcelina Chissano
20-05-1999
Foi com imenso prazer que visitei o Majestic. Digo bem, visitei, pois mesmo ao fazer aqui o Jogo Falado não consegui deixar de admirar a beleza deste café, e sentir o imenso simbolismo que dele transborda. Simbolismo duma cidade, de um sentir, este sentir à moda do Porto.


Paulo Catarro
31-05-1999
Este café representa a cultura desta cidade. Foi um prazer ouvir falar da cultura do F.C. Porto.


Fernando Santos
31-05-1999
Este café é também um dos centros da minha cidade preferida: a sua história (e a das vozes que já aqui se ouviram...) é também a da cidade. - por isso é que há lugares como este, que se podem amar, respeitar, recordar para sempre. É tão bonito, ainda por cima.


Francisco José Viegas
31-05-1999
Muito honrado por participar neste programa, num espaço com tanta história, num momento especialmente festivo desta grande cidade do Porto.


Pedro Santana Lopes
31-05-1999
Dedico este esboço muito apressado ao nosso místico café que nos deixa sem palavras quanto à sua beleza e história. Se estas paredes falassem teriam umas histórias sem fim para nos contar e talvez seja melhor assim, manterem-se caladas porque deixa a imaginação de cada um adivinhar o que elas nos teriam a contar.


Manuel Maria Ferreira de Carvalho
10-06-1999
Vir ao Porto e não vir ao Majestic é o mesmo que ir a Paris e não olhar para a torre Eiffel. Cada vez que venho aqui sinto o peso da tradição e do bom gosto. O Porto merece esta casa e ela é digna desta cidade. Guardem esta relíquia.


Fialho Gouveia
11-09-1999
Se a tradição e o requinte fazem parte da vida pela positiva, o Majestic é o exemplo acabado de que o “guardar” a memória é um exemplo (uma vez mais) que o Porto nos dá, através dos seus costumes, da sua vivência, de uma certa forma de estar no mundo. Muito obrigado,


Carlos do Carmo
28-10-1999
A muito acolhedora atmosfera histórica de Portugal sente-se neste café. Obrigada e felicidades.


L. Kutchma (Esposa do Presidente da Ucrânia)
02-01-2000
Lá fora o Porto passeia-se. Cá dentro, retemperam-se as forças para passear o Porto; Para isso nada melhor que um bom café.


Carlos Vidal (Avô Cantigas)
02-01-2000
Num dia importante para o encontro de soluções que sirvam o Porto e Gaia do século XXI, nada melhor que associar o histórico e qualificado Majestic a esta reunião entre dois presidentes de câmara.


Luís Filipe Menezes
20-01-2000
Aos amigos do Majestic e em especial ao Agostinho Barrias, meus cumprimentos calorosos pela beleza do espaço, a importância e cuidados do restauro, o carinho e atenção do atendimento, os scones quentinhos, irresistíveis... Enfim, tudo, tudo! Beijos com afecto e admiração.


Equipa do espectáculo teatral "Honra"
20-11-2000
Há muito tempo que pretendia vir ao Majestic. Em boa hora aqui estou no dia de estréia da minha peça no teatro Carlos Alberto. Quero parabenizar a todos pela cordialidade do local, pela absoluta e impecável qualidade da sua cozinha e irrepreensível serviço. Tenham todos, sempre, muita paz e progresso. Minha esposa e eu nos encantamos com toda a tradição do Majestic mantida. Carinhosamente, abraços.


Tony Ramos
03-12-2000
A toda a equipa do Majestic uma palavra apenas: Esta é uma casa de todos nós. Por isso devemos estimá-la. Um dos poucos locais mais maravilhosos do mundo onde se pode tomar um verdadeiro café. Um abraço.


José Figueiras
12-01-2001
Este café é sem dúvida um exemplo daquilo que Portugal poderia ser em tantas outras áreas de actividade bem como ao nível do seu património. Isto pelo serviço de qualidade como evidentemente pela preservação do espaço.


Artur Albarran
03-07-2001
Entrando aqui, nas horas do passado, a música enternece, de tão calma... Com o piano de cauda, mesmo ao lado. Dou de comer, até à própria alma. Com um (e)terno abraço!



22-04-2003
Diz-se que tomar café no Majestic é chic? É muito mais do que isso, é um privilégio, um orgulho, ser tão bem servido, com tanta simpatia neste histórico e maravilhoso cenário, o Majestic! Beijinhos. Abraços.


João Baião
06-02-2004
Foi com muito prazer que estive neste magnífico local, emblemático de uma cidade também ela magnífica.


Rogério Alves
15-11-2004
O Majestic continua igual a si próprio: magnífico! Parabéns. Vosso muito vosso,


José Sócrates
18-12-2004
Neste local de excelência na cidade do Porto – o Majestic – é com imenso gosto que dei uma “sessão de autógrafos” do meu despretensioso livro, “Largos dias tem 100 anos”. Agradeço, em nome de todos os necessitados, a vossa colaboração para com o “Coração da cidade”, que devido à vossa disponibilidade poderá auxiliar mais algumas pessoas. Parabéns e bem hajam.


Pinto da Costa
20-12-2004
Ao café Majestic, a lembrança desta portuense por adopção mas que dedica a vida do real e do imaginário o sentimento total de ser filho da terra.


Agustina Bessa-Luís
10-02-2006
Ao Café Majestic e respectivos donos com agradecimento, admiração e votos de continuidade no mesmo caminho.


Maria José Morgado
30-05-2006
Mais uma vez no Majestic, ex-libris da cidade do Porto, na presença do nosso Presidente da Câmara Rui Rio e de um grande Português, Prof. Marcelo Rebelo de Sousa, em mais uma jornada importante para o futuro da cidade que, estou certo, será coroada de êxito no próximo 9 de Outubro. Parabéns,


José Pedro Aguiar Branco
05-10-2007